Sua viagem pelo Uruguai começa aqui.
Temáticos

Carnaval de Montevidéu

O carnaval

Carnaval de Montevidéu 2016

A partir de 1750, a cidade de Montevidéu começou a receber da África uma inumerável quantidade de escravos que, mesmo que provenham do mesmo continente, eram de etnias muito diferentes. Na sua maiorira eram da África oriental, equatorial e banto, mas também outras áreas da África ocidental sofreram a perda dos seus melhores jóvens guerreiros.

A partir desses anos, milhões de homens de cor passaram a formar parte do repertório de escravos e criados que tínham as famílias endinheiradas, tanto da cidade de Montevidéu quanto na vizinha Buenos Aires (Argentina). Todo trabalho forçado na América passou a ser feito pelos escravos, homens que não só foram humilhados durante séculos, senão também careciam de identidade no novo continente.

Tristes, solitários e sem rumo, sentiam saudades da sua música, a sua religião, as suas costumes e, principalmente da sua terra. Os seus donos, que muitas vezes inclusive achavam que faziam um favor permitido-lhes ser criados, castigavam duramente cada nostalgia ou lembrança daquele passado feliz.

Foi o carnaval o único que ajudou eles a resistir. De quanto em quanto, os escravos voltavam a lembrar os seus velhos tambores africãos com os que realizavam os seus ritos de caça, sociais e religiosos. Assim surgira o que hoje é chamado de candombe: ritmo de tambor e dança cuja origem devemos a essas etnias que chegaram a terras rioplatenses em barcos espanhóis e ingleses. Antes da escravidão ser abolida, esses homens e mulheres, com licença dos seus donos, reuniam-se em casas da zona mais velha de Montevidéu e alí voltavam a se conectar com a sua galera.

Cuando a liberdade chegou, começaram a se agrupar nos bairros mais pobres da cidade, como eram os bairros Sur e Palermo, onde já commemoravam as ancestrais "Llamadas".

A presença nas Llamadas dos negros lubolos foi a melhor idéia que tiveram os homens brancos para pedir desculpas públicamente aos seus irmãos de cor por semelhante barbárie e genocídio. Trata-se de brancos que fantasiam-se de negros para sentir o carnaval como eles.


Carnavales de Montevidéu 2017: Vários eventos formam parte esse ano desse tradicional carnaval do Uruguai. Desde 19 de Janeiro até 10 de fevereiro, nas ruas da cidade - Av. 18 de Julio, Cidade de Montevideo, Uruguay ... [Mais sobre as datas do Carnaval 2017]

Quem olhar o espetáculo desde fora só ve homens e mulheres felizes commemorando uma das festas mais bonitas que tem Uruguai: o carnaval de Montevidéu. Irmãos que, ainda que com diferentes cores de pele, sempre deveriam ter sido vistos pela sua natureza de seres humanos.


 
Welcome Uruguay - Carnaval de Montevidéu
© 2007-2017 Proibida sua reprodução total ou parcial. Derechos de Autor 675244 Ley 11723

Sobre nos | Contato | Termos e condições
Museus

Em Welcome Uruguay, os museus são parte da filosofía de vida de cada um dos seus habitantes, e por isso, ponto de atração dos turistas que percorrem esse bonito pais. Esse temático permite ao visitante achar eles ao longo das três regiões que compõem o pais, convidando através de passeios a acessar ao mundo particular de cada um deles.

Leia mais...
Termas

Uruguai é conhecido pelos seus centros termais, que combinam as propriedades curativas das suas águas, os tratamentos de spa e estéticos, aos que somam-se os parques aquáticos conseguindo desse jeito ter diferentes alternativas para todas as idades do visitante. o temático apresenta as diferentes termas do pais e as caraterísticas de cada centro termal.

Leia mais...
Interpatagonia S.A.
Compartilhar Siga-nos no Twitter
Compartilhar Gosto
Assinar-te Ver videos
Recomende-nos!